A EQUIPE DO GEPCampinas

Palavras da Presidente

Estamos no momento em que, através de eleições democráticas realizadas em 08 de Abril, um novo corpo de diretores acaba de assumir a condução do Grupo de Estudos Psicanalíticos de Campinas. Exercer nele a função de presidente é para mim uma honra que aceito agradecida, com entusiasmo e confiança. Agradecimento pela distinção de receber esta função das mãos competentes do presidente anterior, Nelson José Nazaré Rocha, que dirigiu o Grupo às conquistas atuais.Entusiasmo pelo potencial de desenvolvimento que o grupo tem demonstrado. Confiança na equipe que me acompanha e aceitou formar comigo o conjunto único do qual passa a emanar a direção da Instituição. 


Nosso formato atual recebe da Associação Internacional de Psicanálise  na qual se insere a denominação de Grupo de Estudos Psicanalíticos, o que nos define como uma jovem instituição em trânsito, em processo de vir a ser uma Sociedade de Psicanálise plenamente estabelecida. No entanto, esta posição não nos intitula como iniciantes visto que o atual formato ao qual chegamos é fruto do longo trabalho sustentado por décadas pelo grupo de psicanalistas congregados sob a bandeira do Núcleo de Psicanálise de Campinas e Região. Participar desse grupo que se dedicou a manter viva e atuante a psicanálise em nossa região tem sido a minha maneira de contribuir para a constante construção do tecido vivo no qual se insere meu desenvolvimento clínico e pessoal. Orgulha-me contribuir com ele, anima-me profundo sentimento de gratidão pela sua existência.


No momento atual, o GEPCampinas comporta ao mesmo tempo e sem contradição a face dinâmica de uma instituição em trânsito e a face centrada no assentamento de fundações que garantam a solidez necessária às inúmeras  e variadas empreitas de uma atividade psicanalítica relevante para seus membros e para a comunidade onde se insere. Estamos encarando o desafio de trabalhar simultaneamente no avanço de nossa trajetória e no assentamento de nossas bases.
 
Quanto às conquistas de base, destaco a importância de termos hoje nossa inserção reconhecida junto aos órgãos mais representativos da Instituição Psicanalítica em nível nacional, latino americano e internacional. Igualmente importante foi a redação e a oficialização de nossos Estatutos e Regimentos, garantia que são do funcionamento democrático da instituição.


A finalidade precípua de uma sociedade de psicanálise é o abrigo e a transmissão da ideia psicanalítica como teoria, como prática clínica e como pesquisa, razão pela qual seu Instituto de Psicanálise vem a ser o próprio coração onde pulsa a vida da sociedade. Nosso Instituto de Psicanálise está em pleno funcionamento, comporta no momento duas turmas de candidatos em formação analítica, sendo que os da primeira turma já adentram o sexto semestre de um currículo exigente e interessante.
Conquistado está também um calendário básico de realizações a cargo de cada uma das Diretorias que compõem o GEPCampinas.
 
Garantidas as bases, os avanços vêm se dando de forma contínua. O comparecimento do GEPCampinas nos eventos psicanalíticos nacionais e internacionais mantém-se numericamente expressivo e de reconhecida qualidade científica. Uma característica muito rica do nosso grupo é a diversidade de pensamentos teóricos que abriga. Temos em nosso quadro psicanalistas de orientações  teóricas variadas que se dedicam ao aprofundamento da teoria e da técnica no campo de sua predileção. Há uma boa produção de artigos publicados em revistas nacionais e internacionais, ou que constituem capítulos de livros nacionais e internacionais, além de contarmos também com autores cuja obra é extensa e madura o suficiente para levar à publicação sob a forma de livro. 

A formação analítica é um forte estímulo à produção científica e nossos candidatos têm levado com êxito seus trabalhos para apresentação em Congressos e Jornadas Psicanalíticas.
 
Temos ainda muito a conquistar no exercício constante da função de ser psicanalista e isto nos envolve a todos, em qualquer dos níveis da hierarquia da instituição. Estamos todos, e estaremos sempre, em formação, se nos dedicamos a desenvolver em nós e entre nós o que entendemos por psicanálise. Seja qual for o momento institucional, estará presente o desafio de proporcionar abrigo à psicanálise, diversificá-la e expandi-la em consonância com os apelos da época. Transitórias são, portanto, todas nossas posições. O lugar da instituição psicanalítica e do psicanalista enquanto pessoa é por essência um lugar de passagem.
Esta é a vocação do GEPCampinas que recebo das mãos dos dirigentes que me antecederam. O compromisso que assumo, com o apoio de meus colegas do Conselho Diretor, é o de estarmos presentes e atuantes na condução de nossa instituição rumo às suas passagens.

Martha Prada e Silva

MEMBROS EFETIVOS

• Adriana Maria Nagalli de Oliveira

• Alicia Beatriz Dorado de Lisondo - Analista Didata - An. de Crianças e Adolescentes/IPA
• Ana Cristina Melges Elias Banzato 
• Ana Maria de França Carneiro – Analista Didata
• Ana Maria Queiroz Guimarães Protti 
• Ataliba de Carvalho Júnior 

• Elenice Maria Zecchin Pereira Giannoni 
• Elizabeth Gnatos Lombardi - An. de Crianças e Adolescentes/IPA
• Hang-Ly Homem de Ikegami Rochel – Analista Didata
• Heloísa de Souza Camargo Pieri 

• Joice Calza Macedo - An. de Crianças e Adolescentes/IPA
• José Carlos Veras Di Migueli 

• Leila Gnatos Lombardi
• Maria da Graça Câmara Barone - Analista Didata

• Maria Roseli Pompermayer Galvani 
• Martha Prada e Silva - Analista Didata
• Nelson José Nazaré Rocha - Analista Didata
• Regina Maria Leme Lopes de Carvalho 
• Ronis Magdaleno Júnior - Analista Didata
• Roosevelt Moisés Smeke Cassorla - Analista Didata
• Ruth Mattos de Cerqueira Leite - Analista Didata
• Vera Lucia Colussi Lamanno Adamo - Analista Didata

MEMBROS ASSOCIADOS

• Cármem Dolores Manara Bittar Capatto 
• Humberto da Silva Menezes Junior

CANDITADOS DO INSTITUTO DE PSICANÁLISE DO GEPCAMPINAS

• Antonio Muniz de Rezende

 

Membro Honorário

Cláudia Cristina Antonelli,
Débora Berger Bandini,
Élidi Aparecida Degrecci,
Isabela de Almeida Cardia,
Katty Rodrigues Buscaglione,
Marcela Casacio Ferreira-Teixeira
Marcela Marsaioli Stein,
Marinês Lana Borges dos Santos
Maria Carolina Scoz Monti
Renata Cardoso Tasca 
Vanda Lúcia Venturi Nogueira.
Williany Lika Akashi Inoue