Cinema e Psicanálise - O ESTRANHO EM MIM

October 30, 2017

Abordei o quanto o encontro inicial entre a dupla Rebecca e Lukas não pôde
acontecer. O que aconteceu com Rebecca que a impediu de entrar em um estado que Winnicott (1956) denominou de preocupação materna primária? Em vez disso, somos confrontados com o processo de depressão pós-parto da personagem, com seu profundo desamparo diante das demandas do seu bebê, pois não há um entorno familiar minimamente sintonizado com o que está acontecendo com ela. Winnicott expõe que as bases do psiquismo se estabelecem na possibilidade de a mãe regredir a um estado de preocupação materna primária no final da gestação. Quando a mãe consegue regredir nesse estado de “quase doença”, ela é capaz de atender às necessidades do seu bebê. Nessa fase, o bebê e a mãe estão fusionados e a visão que o bebê tem da mãe é subjetiva. Falhas na presença materna podem levar à interrupção no desenvolvimento físico/emocional do bebê. Assim, a dupla é confrontada com complexos desafios, e se faz necessário um investimento maciço no cuidado terapêutico tanto da mãe quanto do bebê para que as dificuldades no encontro inicial sejam sanadas.

 

 

 

Please reload